"É amargo meu viver se passo o tempo pensando em mim mesmo (...)
É doce meu viver se passo o tempo pensando em Ti" Rabindranath Tagore

domingo, 31 de agosto de 2008

Um canto


Um canto no coração
(Yohana)

Com que misterioso prazer
a melodia da terra
me abraça...!?
Parece vinda das suas origens,
dos guerreiros da sua proteção.
Ela se confunde à do canto desses pássaros
que amanhecem à minha janela
fazendo pouco da rotina da cidade,
e que vêm, também, contar histórias,
talvez, também, reclamar direitos...
nunca sem doação...
deixam esse canto na memória
renovado, insistente,
vida afora.
Deixam esse canto no coração.

---------------------------------------
Sentido, escrito e publicado
por Yohana.
---------------------------------------

Fonte da imagem: mongabay.com

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Estrela-guia



Quando a estrela brilha
no centro da minha fronte
o cenho pesado desfaz-se

Oriento-me pela Luz
que é minha porque do Pai
que é própria porque merecida
e vou para a Sua presença
na quietude desses campos
que os girassóis compõem

Que valor o desse ouro
que sonho o desse vôo
que leveza a da alma
quando sobre as Suas flores

Não quero mais voltar

Quero os campos dourados
dos Seus passos

Quero ficar
até que o tempo extravase o sol
até que a noite se mostre ao dia
até que a minha estrela
seja guia
à revelia das histórias
que a vida conta

e que a gente conta
à vida

---------------------------------------
Sentido, escrito e publicado
por Yohana.
---------------------------------------

Fonte da imagem:
mongabay.com

terça-feira, 19 de agosto de 2008

Possível é ser feliz



Possível
é reconsiderar-se a si,
é acreditar no recomeço
a partir do fim,
sem ignorar o que se foi
até então.

Reconstruir-se, nas ruínas.

Possível é compreender
que Quem ama não concede esmolas,
mas doa o seu melhor.

Possível é o aconchego
na Confiança
para direcionar o pensamento,
conduzir o passo,
a escolha,
a vida.

Impossível é experimentar uma só vez
o Amor agindo
e não deixar-se consumir

(senão por Ele);

e não deixar-se ser feliz.

---------------------------------------
Sentido, escrito e publicado
por Yohana.
---------------------------------------

Fonte da imagem:
Galeria de *Grant*

domingo, 17 de agosto de 2008

Esses versos que não digo



Têm a forma do Sol,
em seus raios penetrantes,
esses versos que não digo -

aqueço
nas pontas dos dedos
que a alma tem.

Quem os diria?
Se dizem antes...

ventando tanto
eles vêm,
de encantados quintais,
que se vão chegando
aos quatro cantos,

vasculhando fantasmas
e entreabrindo risos;
aquarelando prantos,
acordando motivos.

reinventando-se
para sempre mais.


---------------------------------------
Sentido, escrito e publicado
por Yohana.
---------------------------------------

Fonte da imagem:
Galeria de marctonysmith

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Quando a gente chora...



Sem Ele a gente inventa
mil motivos pra fugir.
Faz de conta, faz de ir...
Tanto faz... a deprimir-se.
Mas com Ele a gente chora
sem medo da tristeza
-lava a alma
para resgatar-se, inteiro,
para se redescobrir.
Ah... com Ele se renova
toda a vida! É a Sua obra
na obra que se é em si.

---------------------------------------
Sentido, escrito e publicado
por Yohana.
---------------------------------------

Fonte da imagem:
Galeria de Sotomayor

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Apaixonada de Amor



Por quanta luz vais clarear os meus caminhos?
Por quanta voz?!
Por que outros tantos meios
de um só,
de outros jeitos,
vais ainda revelar tantos segredos,
vais ainda consentir algo maior?!

Parece que nunca acaba
essa nossa história...
Já tenho a alma apaixonada de Amor...
Do Amor que é minha própria memória!

---------------------------------------
Sentido, escrito e publicado
por Yohana.
---------------------------------------

Fonte da imagem:
Galeria de jvverde (no videos)

sábado, 9 de agosto de 2008

No tempo certo



Preciosas são as verdades
todas
no tempo certo de abri-las.

Só você sabe o que (ar)rima.
(Você e Deus!)

Das mais tolas e as mais ricas
vozes soltas,
se abrindo aos céus
para chover,

se vão dizendo as suas preces
e as suas crenças:

só você sabe o que compensa
ser livre. Para Ser.

---------------------------------------
Sentido, escrito e publicado
por Yohana.
---------------------------------------

Fonte da imagem:
Galeria de jvverde (no videos)

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Comemoração



Comemoro a vida.
A que me esperança
um tanto qualquer de constância
na minha própria produção.

Comemoro toda presença
que emociona o tanto
de eu agradecer o dia,
o ano.

E comemoro ainda
o que me desdita
a inspiração
- pra que eu seja canto
em nome do que autoriza
a alma, o coração.

---------------------------------------
Sentido, escrito e publicado
por Yohana.
---------------------------------------

Fonte da imagem: Galeria de Schinke

No Passo de Alguém



Se me parece pouco
o que quer que eu faça,
que seja além.
Mas que valha mais
como a gente espaça
no passo de alguém.

Porque é a Sua face
que esse olhar vai ver
onde me sorriam ou chorem,
onde quer que passem
por mim,
é preciso que eu seja
o que olhe
como se eu estivesse ali.

---------------------------------------
Sentido, escrito e publicado
por Yohana.
---------------------------------------

Fonte da imagem : Embrapa

domingo, 3 de agosto de 2008

Súplica



Age em mim,
que sou parte do Teu plano
de reforma;
eu, que preciso da vida do avesso
para perceber a aurora.

Age em mim,
que a verdade que transforma
é feita também de surpresas

e eu posso surpreeender,
além das promessas.

Age em mim,
que tudo o que peço é clareza
de quem tivesse luz própria.

Age em mim
com a Tua história.

---------------------------------------
Sentido, escrito e publicado
por Yohana.
---------------------------------------

Fonte da imagem:
Arte poética para passarinho

Quem sou eu

Minha foto
... uma alma apaixonada pela idéia da vida. Em qualquer de suas instâncias. Buscando, nalguma intensidade da arte, conhecer-se, amadurecer, conceber-se..

Digno

Ainda que toda palavra falte,
e toda ação pareça contida.
Ainda quando seja medida
a claridade, a música
que cadencia a vida.
Quando o sonho apresentar-se frágil,
e a esperança, tímida.
Quando eu seja mínimo,
e mínimo pareça o motivo.
Eu serei o que universa
a Sua força pelos meus sentidos.
O que O sabe nas próprias entranhas,
e reflete, na própria clausura,
para libertá-LO,
imperturbável, digno.
 

de alma Design by Insight © 2009

This template is brought to you by : temas blogspot - mario jogos